Consumo de leite pode prevenir Alzheimer e Parkinson | Artigos | Colônia Holandesa

Artigos

Consumo de leite pode prevenir Alzheimer e Parkinson

Por #bebamaisleite

Um novo estudo sugere que o consumo de lácteos pode desempenhar um papel na proteção do cérebro contra o estresse oxidativo, um processo que tem sido relacionado tanto com o envelhecimento normal quanto com muitas condições neurodegenerativas, como o Alzheimer e o Parkison.   

A pesquisa, conduzida no University of Kansas Medical Center, mostrou que o alto consumo de lácteos está associado com maiores concentrações cerebrais de glutationa, um potente antioxidante. "A presença de antioxidantes ajuda o cérebro a se proteger contra a neurodegeneração e preservar as funções cognitivas", explica In-Young Choi, professora de neurologia e uma das responsáveis pelo estudo.  

Foram recrutados 60 indivíduos idosos que consumissem pelo menos três porções diárias de lácteos por dia. As concentrações de glutationa foram mensuradas utilizando-se uma técnica, desenvolvida por Choi, por meio de ressonância magnética.  
Segundo Choi, ter um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada, pode melhorar o sistema de defesa antioxidante. "Beber leite pode ser uma das escolhas mais saudáveis que as pessoas podem fazer", ela afirma.  

Os resultados desse trabalho são consistentes com outro estudo recente no qual indivíduos que consumiram uma dieta específica para redução de hipertensão, rica em lácteos, apresentaram maiores concentrações plasmáticas de glutationa.  

Os pesquisadores ficaram surpresos com essa associação. Choi esperava que as concentrações de glutationa estivessem relacionadas com vegetais antioxidantes como mirtilo, romã e brócolis, mas a única associação positiva foi com os lácteos, especialmente com o leite.  

Os próximos estudos dos pesquisadores terão como objetivo elucidar que componentes dos lácteos são responsáveis por esse efeito. Eles acreditam que o aminoácido cisteína possa ser um deles. "Sabemos que os lácteos são ricos em cisteína, que é um substrato necessário para a produção de glutationa", explica Choi.

Além disso, os lácteos são importantes fontes de cálcio e riboflavina, ambos implicados na manutenção das concentrações de glutationa.  

Está aí mais um motivo para que o consumo de lácteos seja estimulado em todas as faixas etárias, e especialmente entre os idosos. De acordo com um levantamento de pesquisa, apenas 23% dos idosos nos EUA consomem as quantidades recomendadas de lácteos por dia. No Brasil, essa porcentagem deve ser ainda menor.  

Referências:
1. Sies H. Oxidative stress: from basic research to clinical application. Am J Med 1991;91(Suppl 3):31S–8S.
2. Benzi G, Moretti A. Are reactive oxygen species involved in Alzheimer’s disease? Neurobiol Aging 1995;16:661–74.
3. Choi I et al. Dairy intake is associated with brain glutathione concentration in older adults. Am J Clin Nutr 2015;101:287-93.
4. Asemi Z, Tabassi Z, Samimi M, Fahiminejad T, Esmaillzadeh A. Favourable effects of the Dietary Approaches to Stop Hypertension diet on glucose tolerance and lipid profiles in gestational diabetes: a randomised clinical trial. Br J Nutr 2013;109:2024–30.
5. Choi I-Y. Regional distribution of glutathione in the human brain in vivo. J Neurochem 2003;87(Suppl 1):161.
6. Choi I-Y, Lee S-P, Denney DR, Lynch SG. Lower levels of glutathione (GSH) in the brains of secondary progressive multiple sclerosis patients measured by 1H magnetic resonance chemical shift imaging at 3 T. Mult Scler 2011;17:289–96.
7. Choi IY, Lee P. Doubly selective multiple quantum chemical shift imaging and T(1) relaxation time measurement of glutathione (GSH) in the human brain in vivo. NMR Biomed 2013;26:28–34.
8. Lu SC. Regulation of hepatic glutathione synthesis: current concepts and controversies. FASEB J 1999;13:1169–83.
9. Pascoe GA, Reed DJ. Cell calcium, vitamin E, and the thiol redox system in cytotoxicity. Free Radic Biol Med 1989;6:209–24.
10. Reed DJ, Pascoe GA, Thomas CE. Extracellular calcium effects on cell viability and thiol homeostasis. Environ Health Perspect 1990;84: 113–20.
11. Taniguchi M, Hara T. Effects of riboflavin and selenium deficiencies on glutathione and its relating enzyme activities with respect to lipid peroxide content of rat livers. J Nutr Sci Vitaminol (Tokyo) 1983;29: 283–92.
12. Dutta P, Rivlin RS, Pinto J. Enhanced depletion of lens reduced glutathione Adriamycin in riboflavin-deficient rats. Biochem Pharmacol 1990;40:1111–5.
13. Ervin RB. Healthy Eating Index scores among adults, 60 years of age and over, by sociodemographic and health characteristics: United States, 1999-2002. Adv Data 2008;395:1–16.